terça-feira, 10 de julho de 2012

A Califórnia disse adieu ao “foie gras”

Entrou em vigor este domingo na Califórnia a proibição de venda em restaurantes de um afamado produto francês: o foie gras. A partir de agora, todos aqueles que insistirem em vender fígado gordo de pato ou ganso ficam sujeitos ao pagamento de uma multa de mil dólares (789 euros).


A 1 de Julho entrou em vigor uma lei que proíbe a produção e venda de foie gras na Califórnia. Este produto consegue-se através da alimentação forçada de patos ou gansos, que desenvolvem um fígado muito gordo, uma prática considerada desumana pelas autoridades californianas.


Esta proibição tinha já sido decretada em 2004 pelo então governador Arnold Schwarzenegger, mas só agora entrou em vigor, uma vez que as autoridades decidiram dar à principal produtora estatal de foie gras – a empresa Artisan Sonoma Foie Gras – alguns anos para poder reconverter o seu negócio.


Muitos dos proprietários de restaurantes afirmam que nos dias anteriores à proibição houve um grande aumento do consumo de foie gras, em jeito de despedida daquele produtogourmet.


Esta é a única proibição do género nos EUA, apesar de Chicago também já ter tido uma semelhante durante alguns anos, antes de a reverter.


Defensores dos animais satisfeitos


A medida deixou, como seria de esperar, os defensores dos animais muito satisfeitos. Jennifer Fearing, da organização Humane Society, indicou à ABC que apoia esta lei californiana porque considera que alimentar animais à força através de um tubo a fim de aumentar o fígado é “fundamentalmente desumano”.


A organização PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) colocou recentementeonline uma lista das cinco principais razões para se banir o foie gras em todo o território norte-americano. A lista é acompanhada de uma série de fotografias que dão conta da crueldade a que são sujeitos os animais que dão origem a este produto gourmet.


Alguns produtores argumentam, porém, que essas imagens são oriundas de quintas não regulamentadas e, de acordo com o site da empresa Artisan Sonoma Foie Gras, as aves oriundas de quintas legais são sempre muito bem tratadas e andam à solta praticamente toda a vida.


Alguns restaurantes encontraram maneira de dar a volta a esta proibição decidindo que os clientes poderão levar o seu próprio foie gras e que os chefs se encarregarão de o cozinhar no local.


Franceses revoltados


Por seu lado, a indústria de foie gras francesa - principal produtora mundial - ficou revoltada contra esta proibição, afirmando que irá avaliar quais os recursos que tem ao seu alcance para combater esta medida que afecta a imagem de um produto que foi considerado pela Unesco como património gastronómico francês, avança o Le Monde.


“É um assunto que pode parecer anedótico, mas que deve ser levado muito a sério”, comentou uma fonte diplomática francesa ao Le Monde.


O assunto chegou mesmo ao ministério dos Negócios Estrangeiros, que “lamenta” esta decisão. “Após sete anos, as autoridades francesas vão intervir junto das autoridades californianas para que renunciem à sua posição”, sublinhou a tutela.


Os produtores estão furiosos e uma das medidas de reacção que propõem é um boicote aos vinhos da Califórnia, indica o mesmo jornal.


“Estamos a estudar os recursos possíveis”, indicou ao Le Monde a delegada-geral do Comité Interprofissional do foie gras francês, Marie-Pierre Pé. “No plano económico, a incidência dessa proibição não é muito importante. É mais uma questão de imagem (...) A Califórnia é um estado onde as tendências nascem”. 


Marie-Pierre Pé indicou ainda que esta foi uma lei votada “sob a pressão das associações de protecção animal” e invocou uma incompreensão entre o Estado mais povoado dos EUA e a tradição gastronómica francesa. “É uma questão de choque cultural. Quem é que poderá imaginar a França a proibir o ketchup ou os hamburguers?”, acrescentou a mesma responsável.


FONTE: Público On-line

E vocês, o que pensam sobre esta lei? 
Concordam? Ou pensam que a pessoa deve ter a liberdade de escolher se quer comer foie gras ou não?

Publicado por Boneca de Trapos.